A primeira regra dos relacionamentos: volte ao primeiro amor

A decisão mais importante na vida de alguém, é a de tomar as rédeas de sua própria vida

Muitas vezes, reclamamos de que nada dá certo: trabalho, casamento, namoro, amizades, família… Somos carentes de amor, afeto, atenção e outras tantas coisas, mas, no final, a resposta é simples: não queremos nos decidir, não queremos ser felizes por nós mesmos!

Porque toda decisão gera uma responsabilidade e, nos é mais confortável culpar a outra pessoa, por escolhas que não foram bem sucedidas.

Não nascemos para perder, isso é inconcebível ao nosso cérebro! Por isso, o medo do fracasso nos faz tão refém. É nossa “proteção natural”, não queremos assumir o risco. Mas, pergunto-me:

Como não assumir?

Há um velho dito popular, com o dizeres: “se quer que algo saia bem feito, faça você mesmo”.

Novamente me pergunto: quem é a melhor pessoa, para decidir o que é o melhor para nossa vida?

Quem sabe mais a nosso respeito, que nós mesmos?

Então, quem é a pessoa mais capacitada para dirigir nossas vidas e ser responsável por nossa felicidade?

A origem de relacionamentos duradouros, sejam eles amorosos ou não, está no relacionamento que temos com a pessoa que se reflete, quando nos olhamos no espelho.

Está em amar verdadeiramente a esse ser que nos olha, tão igualmente curioso, ansioso, às vezes medroso.

Não há como ser feliz com outro alguém, se não somos felizes com “nós mesmos”

Há uma frase que diz “quem não suporta a solidão, não suporta a si mesmo”.

E sabe de uma coisa, para mim, essa é uma grande verdade! Como outra pessoa pode nos admirar, gostar, respeitar, amar, se nós não o fazemos?

Talvez, apenas talvez… o maior desafio não seja realmente assumirmos as nossas responsabilidades e sim, nos amarmos!

Quando nos amamos verdadeiramente, a responsabilidade é automática, porque não deixamos nas mão de outras pessoas, a decisão sobre nossa vida!

Esse poder é nosso! Nos tornamos autores de nossa vida, saúde e felicidade!

Quando não nos devotamos esse sentimento, condicionamos nosso Ser, nossa Existência, à existência de outras pessoas e ao que elas decidem sobre nós. Isso nos gera frustração, pois, no final das contas, nossa cor favorita é o laranja e não o amarelo.

Mas, ficamos submissos a decisão alheia de nos dizer fãs do amarelo! Será que conseguiremos ter um bom relacionamento com o mundo ao redor desta forma?

Se cremos que o amor nos é importante, o amor próprio é algo que deve ser cultivado todos os dias, todos os segundos!

Não que devamos ser narcisistas, arrogantes, ou coisas do tipo. Mas, para respeitarmos nossos sentimentos, emoções, dogmas de fé. Porém, como saber tudo isso, se não nos conhecemos como deveríamos?

Sugiro que passemos a nos cortejar! Sim!!!

Vamos nos paquerar, nos admirar secretamente. Descobrir nossos gostos; nossas qualidades; vontades; sonhos; medos; o que podemos melhorar; quais são os nossos valores, morais, emocionais, espirituais!

Descobrir o que nos motiva a acordar todos os dias e agradecer, pelo que temos e principalmente pelo que somos!

Após esse flerte, ouse… se apresente para aquela pessoa do espelho, converse com ela, conquiste-a, por fim peça-a em namoro!

Esse é o primeiro passo para que tenhamos relacionamentos duradouros. Aprender a nos relacionar com “nós mesmos”! Mostrarmos nosso afeto, cuidado, amor!

Declamarmos a mais linda poesia, todos os dias pela manhã, olho no olho, assim que os refletimos!

Para que outras pessoas saibam nosso valor, precisamos sabê-lo primeiro!

Nada é por acaso, o amor é representado por um coração e, assim como os primeiros ouvidos a nos escutar, são os nossos… o coração está dentro da gente, para que nos amemos primeiro!

Para que um copo transborde seu conteúdo e, esse conteúdo possa atingir o que estiver ao seu alcance, antes o copo deve estar cheio!

Voltemos a vivenciar o primeiro amor, aquele que apenas pode ser sentido de dentro pra fora e não de fora pra dentro!

A decisão está em nossas mãos!

Rafaela Lopes Dias
Coach LPC

(8) Comments
  1. Nossa que publicação lindas e verdadeira parabéns Rafaela es uma pessoa iluminada..

    1. Gratidão Debora! Fiz com muito carinho, fico feliz em ter atingindo meu objetivo!

    1. Fico feliz em colaborar. Gratidão por me conceder alguns minutos de seu tempo.

  2. Parabéns Rafaela, amar a si mesmo é base para toda felicidade.

  3. Feliz em saber que minhas singelas palavras puderam ajudar, Murilo.

Comments are closed.